AVALIAÇÃO DO POTENCIAL FISIOLÓGICO E CRESCIMENTO INCIAL DE DIFERENTES SEMENTES DE MILHO

Autores

  • Maria Ivoneide Silva Martins Centro de Ensino Superior de São Gotardo - CESG
  • Natalia Oliveira Silva Centro de Ensino Superior de São Gotardo - CESG
  • Marcelo Coelho Sekita Centro de Ensino Superior de São Gotardo - CESG

Resumo

A qualidade das sementes é o somatório dos atributos fisiológicos, genéticos, físicos e sanitários, refletindo no resultado da cultura e garantindo uniformidade da população. Com muita frequência, ultimamente, os testes de vigor e germinação são utilizados pelas empresas produtoras de sementes. Dito isso, o presente estudo teve como objetivo avaliar o potencial fisiológico de diferentes sementes de milho. O experimento foi conduzido em março de 2022. Foram divididos a partir das variedades de sementes, T1 (SHS8010 VIP3), T2 (SHS7940 PRO3), T3 (SHS5570 RR), e T4 (BM270 PRO3), O teste de germinação foi realizado em papel germitest, depois de colocadas as 50 sementes por repetição, os rolos de papéis foram acondicionados em germinador com temperatura de 25°C e fotoperíodo de 12 horas. Aos 07 dias foram observados os resultados. A determinação do índice de velocidade de emergência foi conduzida em bandejas de plástico. O teste de frio foi conduzido seguindo a mesma metodologia do teste de germinação, porém, levados a câmara fria a 10°C. A partir dos testes conclui-se que as sementes da variedade BM270 PRO3 (T4), apresentou melhores parâmetros de qualidade fisiológica, quando se avaliou germinação em condições adversas (teste de frio) e índice de velocidade de emergência.

Biografia do Autor

Maria Ivoneide Silva Martins, Centro de Ensino Superior de São Gotardo - CESG

Graduada em Agronomia pelo Centro de Ensino Superior de São Gotardo - CESG

Downloads

Publicado

2022-09-08