07) Análise do Comportamento dos Indicadores Sociais de uma Instituição Financeira Brasileira após a Crise Financeira Internacional

Carlos Eduardo de Oliveira, Madson Emanuel Macedo Costa

Resumo


A crise financeira mundial trouxe certa instabilidade ao ambiente financeiro, o que provocou a incerteza para os planos das instituições financeiras em relação ao retorno dos investidores e sua imagem na sociedade. Os bancos que atuam no Brasil apresentaram, nos últimos anos, resultados significativos em termos de rentabilidade obtida em suas operações, mas, com a crise, os investimentos em ações sociais podem ter sido afetados. Considerando-se que a Responsabilidade Social Empresarial compreende basicamente as ações que uma entidade realiza para promover o bem-estar social, e que o Balanço Social é a demonstração contábil que apresenta as informações sociais resultantes das ações sociais para os diversos usuários das demonstrações contábeis, este estudo teve como objetivo analisar o comportamento dos indicadores sociais presentes no Balanço Social do Banco do Brasil, considerando o período para análise compreendido entre os anos de 2006 e 2014, procurando-se observar os possíveis reflexos da última crise financeira mundial nesses indicadores. Analisando-se os indicadores sociais presentes no modelo de Balanço Social desenvolvido pelo IBASE (Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas) ao longo do período definido, destaca-se a evolução nos indicadores Resultado Operacional, Folha de Pagamento Bruta e Alimentação; e nos indicadores Receita Líquida, Combate à Fome e Segurança Alimentar e Cultura houve redução ao longo dos anos investigados e não se pôde inferir se a crise financeira foi a protagonista desses resultados.

PALAVRAS-CHAVE: Responsabilidade Social; Balanço Social; Indicadores Sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • N?o h? apontamentos.